Páginas


“SÓ TRATAMOS DE ASSUNTOS RELACIONADOS COM A ORDEM MAÇÔNICA”

ESSE BLOG É DEMOCRÁTICO: ACEITAMOS A OPINIÃO DE TODOS, DESDE QUE O COMENTÁRIO SEJA ACOMPANHADO DE IDENTIFICAÇÃO E UM E-MAIL PARA CONTATO.

OS COMENTÁRIOS ESTARÃO SUJEITOS A MODERAÇÃO

“NÃO SERÃO ACEITOS COMENTÁRIOS ANÔNIMOS”

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

MM.’.IIR.’.C.’.T.’.M.’.R.’.


O que significam essas letras?

Como e por que isso deve ocorrer quando os IIr.’. se encontram?


Antes mesmo de tentar explicar o que significa MM.’. IIr.’… se faz necessário entender o que é Ser Maçom. Apesar de toda a complexidade que o termo carrega em si, tentarei expor a minha idéia.


Ser Maçom é um estado de espírito que deve caracterizar o membro presente a toda situação em que pode ajudar e cooperar para que o mundo torne-se de alguma forma melhor. 

Ser Maçom é compreender que por mais poderosas que sejam as forças externas elas devem ser dominadas pela energia que tem sede em sua própria personalidade.

Ser Maçom é ter consciência de si mesmo e que sua presença discreta pode dar apoio a novos projetos úteis à comunidade e constituir-se numa valorosa coluna de sustentação de valores mais nobres do indivíduo.


Ser Maçom é ser o eterno estudante que busca o ensinamento diário, tirando de cada situação uma lição, e aplica com êxito os princípios estudados. Desenvolve em toda oportunidade de sua intuição, sua força de vontade, sua capacidade de ouvir e entender os outros.

Temos que considerar que o Ser Maçom deve, como livre pensador, questionar o porquê dos acontecimentos entendendo e vivenciando nos nossos caminhos, que palmilhamos lentamente, com passos firmes para não tropeçar nos erros e vícios do passado, mesmo que em momentos saiamos da trajetória para poder compreender o mundo com uma visão holística de suas nuances.


Para ser reconhecido Maçom só é necessário ser iniciado?


Não. Lógico que isso tem o seu valor, mas a idéia de desenvolvimento do ser é bem diferente. E começa pela qualidade dos Irmãos que dirigem uma Loja. Uma Loja depende muito da qualidade de vida coorporativa de seus membros. Dependem de uma cooperação unida e consistente e de ideal comum. Seu sucesso depende da habilidade em formar um grupo consciente.


Isso é muito importante:


O que somos: Somos o que somos! Seres humanos com as mesmas virtudes, com as mesmas paixões, com as mesmas ambições, com as mesmas imperfeições, com as mesmas limitações, com os mesmos sonhos, com os mesmos temores, daqueles a quem chamamos, muitas vezes no sentido pejorativo, “profanos”.

Wagner Veneziani Costa

2 comentários:

  1. Olá, meu nome é Éric Ribeiro da Silva, moro em Sorocaba/SP, tenho 23 anos de idade e sou bombeiro militar há 4 anos e meio.
    E-mail : ericribeiro@policiamilitar.sp.gov.br
    Meu interesse em saber o que significa ser maçom iniciou-se quando eu flagrei um dos meus pares aqui na instituição furtando um material de um clube em que a minha equipe frequentava nos dias de serviço para fazer treinamentos. Quando eu questionei esse indivíduo pelo furto, o mesmo ficou muito nervoso, começou a deferir palavras de baixo calão contra mim e fazer ameaças. Devo esclarecer que esse indivíduo se dizia maçom, e de fato é maçom mesmo pois ja chegou aqui na unidade em que eu trabalho algumas correspondências identificadas como sendo da ordem dos cavaleiros templários, e essa pessoa vivia colando adesivos do tipo no carro.
    Depois desse flagrante que eu dei nele e por conta da reação que ele teve, eu relatei o fato para meu comandante que acabou por transferir essa pessoa de unidade de serviço.
    Fui associando os fatos, pensando e sempre me fazia uma pergunta que eu não consigo me responder: Como uma pessoa que é maçom, que recebeu instrução, que é militar, teve a coragem e a cara de pau de cometer tal delito?
    Eu quero deixar claro que nunca tive a intenção de prejudicá-lo, pois quando eu falei sobre o fato para meu comandante ele perguntou se eu queria abrir um procedimento disciplinar contra essa pessoa, o que poderia acarretar no desligamento dele na instituição e por ser militar ele poderia acabar preso.
    Na verdade eu não sei muito bem o porquê de eu estar falando isso, mas quando aconteceu esse fato, muitas pessoas ficaram de cara virada pra mim sem saber muito bem o que tinha acontecido, isso me deixou mal, não pelo fato de eu ter denunciado ele, mas sim pelas pessoas que trabalham aqui comigo terem se afastado de mim na época, por eu ter feito algo que na minha opinião até hoje eu acho certa. Hoje em dia ja está tudo normal o convívio com meus colegas de trabalho, está até melhor do que antes pois esclareci gradativamente para eles sobre o acontecido naquele dia.
    Espero que minha mensagem tenha sido interessante de alguma forma.

    Sorocaba, 26 de março de 2014. 03:35AM.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro amigo.
      Infelizmente muitos "picaretas" se apropriam do nome da Maçonaria. Essa "ordem" que você se refere não é considerada como maçônica.
      Parabéns pela sua atitude!

      Excluir

Comentários anônimos não serão ACEITOS. Deixe seu nome completo e e-mail para resposta.
Contato: foco.artereal@gmail.com

Postagens populares